A importância do bazar na moda sustentável



A indústria da moda é a segunda que mais polui o meio ambiente, apenas atrás da indústria petrolífera. Além de utilizar milhares de litros de água para a produção de peças, o modelo fast fashion contribui para o aumento de lixo no planeta, devido ao ritmo infrene de produção e descarte de itens. Todavia, na contramão desse estilo de produção danoso e insustentável, surge uma esperança: o bazar. Neste texto, vamos mostrar a importância desse tipo de consumo e como ele se relaciona com a moda de uma maneira sustentável e ecológica.


Impactos ambientais gerados pelo fast fashion

Para a produção de uma peça de roupa nova, gasta-se muita água e energia elétrica. Para se ter uma ideia, na produção de um quilo de algodão são gastos mais de 20 mil litros de água. Sem contar que essa produção envolve o uso de pesticidas para cultivo do algodão, que levam à poluição de rios e contaminação dos lençóis freáticos e do solo. E para piorar, o tempo de vida útil das roupas é muito curto.

Devido à rápida substituição de peças antigas por novas nas araras e expositores comerciais das lojas, todo mundo sente a necessidade de comprar roupas novas o tempo todo, porque a coleção de um mês atrás já fica ultrapassada. Esse ritmo acelerado acaba por focar na quantidade de peças em vez de se atentar à qualidade e a durabilidade dos produtos. Isso faz com que, diariamente, os aterros sanitários e lixões fiquem amontoados com inúmeras roupas descartadas por milhões e milhões de brasileiros. Esse é um impacto muito prejudicial e significativo sobre o meio ambiente.


Moda circular

Para frear esse ritmo insano do fast fashion, os bazares e brechós puxam as rédeas da moda circular. Esse é um conceito que envolve a reutilização das roupas e a criação de um ciclo de uso, em vez de uma linha reta, cujo fim é o descarte.

Os bazares e brechós são construídos sobre o alicerce dos cinco R’s: repensar, reduzir, recusar, reutilizar e reciclar. Isso significa que, ao comprar em bazares, você renova o ciclo das roupas e evita que elas sejam descartadas e gerem resíduos sólidos que demoram décadas e às vezes centenas de anos para se decompor.

A moda circular também preza pelo encerramento do ciclo, mas de uma maneira muito mais saudável que a logística linear do fast fashion. Nesse caso, em vez de descartadas, as vestimentas são doadas a uma instituição de caridade. Dessa forma, elas terão mais tempo de vida útil e serão bem aproveitadas por quem mais precisa.


Por que comprar roupas em um bazar

Comprar roupas em um bazar é promover a sustentabilidade na moda e o equilíbrio ambiental, é cuidar do nosso planeta e dizer “basta” para exploração da mão de obra nos países de terceiro mundo, que é comumente praticada por empresas da modalidade fast fashion.

Mas além do aspecto socioambiental que envolve a aquisição de peças em um bazar, é importante dizer que essa é uma experiência incrível e que rende looks fantásticos. Isso porque você encontra peças exclusivas, duráveis e de alta qualidade, valores que não são cultivados pelas lojas de departamento hoje em dia.

Além disso, se você fizer suas compras em um bazar, dificilmente vai esbarrar em alguém na rua usando a mesma roupa que você.

Sem contar que esses locais costumam oferecer uma diversidade de peças vintage muito grande. E o saudosismo a décadas passadas é sempre uma tendência na moda. Atualmente, as peças que remetem aos anos 80 e 90 são muito valorizadas.

Melhor do que uma peça que simula esses anos, é adquirir uma roupa realmente confeccionada nos anos 90, com a durabilidade e a capacidade de preservação do tecido que não se encontra mais nas vestimentas de hoje em dia, não é mesmo?


Será que eu encontro roupas bonitas no bazar?

Quem pensa que não vai encontrar roupas bonitas em um bazar, certamente nunca pisou em um. Lá, você encontra roupas da moda de todos os tipos, moda feminina, moda masculina, infantil e por aí vai. Há uma variedade muito grande de estilos, cores, estampas e tecidos, e o melhor: tudo com um preço mais acessível. Veja algumas dicas abaixo sobre como escolher as peças que são a sua cara.


Dicas para comprar em um bazar físico

Se você for visitar um bazar de roupas físico, não hesite em experimentar todas as roupas que chamarem sua atenção.

Pense em combinações que você pode fazer entre cada uma das peças e vá anotando ideias de looks. Isso vai aumentar as possibilidades na hora de montar um visual. Por exemplo, um suéter de lã pode combinar com uma calça jeans skinny e uma calça de alfaiataria, mas também pode ser utilizado com camisa de gola por baixo e uma calça flare.

A ideia é ter algumas opções de looks definidas na cabeça e se jogar no bazar à procura das peças para montá-los, dá super certo!


Dicas para comprar em um bazar online

A experiência de compra online se baseia nos mesmos princípios de combinações das peças, buscando aquilo que tenha mais a ver com sua personalidade e seu estilo. A diferença principal aqui é que você deve ter atenção redobrada quanto ao tamanho das roupas.

Verifique se o site oferece uma tabela de medidas e use uma fita métrica para medir as roupas que você já tem em casa, isso vai auxiliar muito na hora de encontrar as peças perfeitas para você. Caso essas informações não estejam disponíveis, você sempre pode solicitá-las ao vendedor.

Agora que você já sabe a importância de consumir roupas em bazares, o que você acha de conhecer um? Reveja nossas dicas sempre que necessário e monte seu look sustentável, fashion e durável!


IMG_1053.JPG

Carol Machado, 26 anos, mãe do Noah, taurina com ascendente em câncer. Publicitária por escolha e artesã por amor, apaixonada por fotografia, boa música, e passar o dia assistindo filmes e comendo muito chocolate. Viciada em  séries, livros, desenhos e animes, jedi em treinamento e ainda aguardando a carta de Hogwarts.

Redes Sociais

Docenewsletter

Recentes