Please reload

© 2017 SWEET CAROLINE

Desing e programação por

Categorias:

Vamos falar sobre autoestima?

 

É difícil falar sobre isso né? Mais difícil ainda é ter uma autoestima alta, pelo menos para mim sempre foi difícil principalmente na adolescência, com você também é assim? Esse texto é para você, para nós, que temos dificuldade de nos aceitarmos como somos, que temos auto estima baixa.

 

Acho que desde sempre fui muito insegura comigo mesma, em relação a tudo qualquer passo em falso já era motivo para entrar em pânico, apresentação de trabalho na frente do professor e de uma turma de quase 40 alunos, nossa que morte horrível, me dá arrepios só de lembrar. Adolescência é uma montanha russa muito louca de emoções né? Mas esse drama se estendeu até a faculdade, pelo menos para mim.  Como se não bastasse isso tudo ainda tinha o fato do meu cabelo não ser “perfeito” como o da atriz tal, ele era ondulado, ultra cheio e na maioria das vezes tinha frizz (eu falo mais sobre ele, aqui). E meu corpo? A última vez que vesti um 36 eu acho que tinha 12 anos, mas mesmo assim eu me cobrava o corpo perfeito, sempre tive muitos pelos então sempre queria me depilar toda semana, mas aí descobri que tenho alergia a gilette e a cera, toda vez que rolava depilação eu ficava toda empipocada, mas na minha cabeça aquilo era um sacrifício necessário. Morria de vergonha de trocar de roupa na frente das minhas amigas, por que com 15 anos eu já tinha estrias, ir à praia então era uma tarefa super difícil, ainda mais se tivesse que ir de biquíni.

Mas depois de um tempo, eu deixei de ser tão encanada comigo mesma por que eu percebi que estava deixando de viver, eu estava perdendo coisas por que eu tinha medo, por que eu tinha vergonha de ser eu mesma e o pior de tudo eu me culpava por ser daquele jeito. Eu não amava quem eu era. Isso não quer dizer que eu me ame 100% agora, mas eu estou aprendendo, a transição capilar foi o começo para eu entender esse tudo para eu começar essa minha fase de auto aceitação e aumentar um pouco a minha autoestima, redescobrir meu velho cabelo e aceitar todo as ondas e volume dele me fez realmente bem, foi uma das coisas mais sensatas que eu fiz na vida, entende?

 

Eu não estava só voltando com o cabelo natural, eu estava me redescobrindo, aceitando quem eu era. Hoje em dia eu não fico tão encanada se meu cabelo está em um mal dia, ou se meus pelos estão aparecendo, ou por que eu visto 44 as vezes 46 (com muito orgulho, tá meu amor) eu aprendi a gostar de cada coisinha em mim, me arrisco a dizer que me apaixonei por todos os meus defeitos, externos e internos e isso é maravilhoso! Ainda estou trabalhando o medo de falar em público e de puxar assunto com as pessoas, com um tempo a gente melhora.

 

Então se você se cobra por não ser perfeita como a moça da revista e fica se martirizando por isso, se você tem medo de ser você mesma, ou se você não se aceita do jeitinho que é. Calma, respira e começa a trabalhar a auto aceitação em você, liste as coisinhas que você mais ama em si mesma, pode ser no seu corpo ou em como você é por dentro, seja sua melhor amiga. Entenda, que não importa que você seja gorda ou magra, alta ou baixa, que tenha celulite ou estrias, que seu cabelo seja cacheado ou liso, o que realmente importa é que você é uma pessoa incrível do jeitinho que é, você só precisa enxergar isso. Eu, você, todas nós somos maravilhosas do nosso jeito, de forma diferentes e isso é ótimo, sério quando você começar a entender isso vai ficar muito mais leve, mas deixa eu te contar outra coisa, é um processo longo e difícil, não vou mentir, tem dias que a gente tá péssima, mas é incrível essa jornada de auto aceitação faz um bem danado pra gente, tanto por for e tanto por dentro. E quando você precisar de uma mão eu vou tá aqui pra ajudar, eu e todo mundo que te ama.

 

Vamos começar a trabalhar nossa autoestima?

 

Please reload

Carol Machado, 26 anos, mãe do Noah, taurina com ascendente em câncer. Publicitária por escolha e artesã por amor, apaixonada por fotografia, boa música, e passar o dia assistindo filmes e comendo muito chocolate. Viciada em  séries, livros, desenhos e animes, jedi em treinamento e ainda aguardando a carta de Hogwarts.

Redes Sociais

Docenewsletter

Please reload

Recentes

Roupa infantil: dicas de como escolher...

Dicas para montar looks com saia midi...

Freebie: Planner diário

Aplicativos para organizar o feed do I...

1/2
Please reload